"O nascimento do pensamento é igual ao nascimento de uma criança: tudo começa com um ato de amor. Uma semente há de ser depositada no ventre vazio. E a semente do pensamento é o sonho. Por isso os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor: intérpretes de sonhos."
( Rubem Alves )

Seguidores

domingo, julho 01, 2012


Um lobo instruído

0

Livros Um Lobo Instruido - Biet, Pascal (8533612753)
      O Lobo espiou por cima da cerca da fazenda e viu um porco, um pato, uma vaca, lendo e tomando Sol.
      Era a primeira vez que ele via bicho ler.
      Tomou impulso, respirou fundo e... avançou para cima dos animais com um urro:
      “Aaa-OOOOO-ooo!”
      Galinhas e coelhos saíram correndo para todo lado, mas o Pato, o Porco e a Vaca nem se mexeram.
      _ Que barulho foi esse? _ a Vaca indagou. _ Desse jeito não posso me concentrar no meu livro.
      _ É só não dar bola _ disse o Pato. _ Ignore!
      O Lobo não gostava de ser ignorado.
      _ O que foi que deu em vocês? _ ele perguntou. _ Não estão vendo que sou um lobo enorme e perigoso?
      _ Claro que é. _ respondeu o Porco. _ Mas será que não daria para ser enorme e perigoso em outro lugar? Nós queremos ler!. Esta é outra fazenda de animais cultos. Agora seja bomzinho e vá embora. _ o Porco pediu e foi empurrando o lobo.
      O Lobo nunca tinha sido tratado daquele jeito.
      _ Animais cultos... Animais cultos! _ O Lobo foi repetindo baixinho. _ Pois muito bem, também vou aprender a ler!
      E lá se foi ele para a escola.
      As crianças acharam estranho ter um lobo na classe, mas, como ele não tentou devorar ninguém, logo se acostumaram. O Lobo era sério e estudioso, e depois de muito esforço aprendeu a ler e a escrever. Logo ele se tornou o primeiro aluno da classe.
      Ele estudou muito, leu um monte de livros velhos e poeirentos, treinou, treinou, até conseguir ler sem interrupção.
      “Agora acho que estou no ponto de falar com eles de novo” o Lobo imaginou.
      O Lobo andou até a fazenda, bateu e entrou pela porteira.
      “Com certeza isso vai impressioná-los”, ele pensou.
      O Lobo abriu a História dos Três Porquinhos e começou a ler:
      “Eraumaveztrêsporquinhos.Umdiaamãedeleschamouostrêsedisse...”

v     Compreendendo o texto:
a) O que o Lobo viu quando espiou por cima da cerca?
b) Por que o Porco e a Vaca nem se mexeram quando o Lobo avançou para cima dos animais?
c) Na tua opinião, por que será que o Lobo não gostava de ser ignorado?
d) O que o Porco quis dizer quando falou: “Esta é uma fazenda de animais cultos”?
e) O que significa ser um “lobo instruído”?
f) No texto aparecem algumas características (qualidades) do Lobo. Quais são elas?
g) O que aconteceu no final da história?

v     Usa tua criatividade e continua escrevendo a história. Não esquece do parágrafo e da letra maiúscula.

          O Lobo abriu a História dos Três Porquinhos e começou a ler:
          “Era uma vez três porquinhos. Um dia a mãe deles chamou os três e disse...”


0 comentários:

Postar um comentário

"SEM A CURIOSIDADE QUE ME MOVE, QUE ME INQUIETA, QUE ME INSERE NA BUSCA, NÃO APRENDO NEM ENSINO." Paulo Freire"
Adoro receber visitas e comentários. Obrigada pelo carinho.